.

Casa da Criança realiza feira pedagógica

        Está acontecendo nesta quinta e sexta-feira (22 e 23 de agosto), na Casa da Criança a Feira Pedagógica “Quem canta seus males espanta- a música na rotina da educação infantil” com apresentação de trabalhos artesanais. O referencial curricular da Educação infantil orienta o trabalho com seis eixos, sendo um deles dedicado a musicalização.
A música consiste numa linguagem capaz de “expressar e comunicar sensações, sentimentos e pensamentos”. Ela esta presente em várias culturas e consiste numa importante forma de expressão humana. Através da musicalização os alunos ampliam suas relações com o espaço natural ou construído, até mesmo se expressando a partir de seu esquema corporal, não percebendo que assim, estará transferindo os elementos expressivos encontrados nos estímulos sonoros das composições musicais.
Segundo a coordenadora pedagógica Mariana Gubitoso, devemos dar à criança oportunidade de viver a música, apreciando, cantando e criando sons. “As cantigas fazem parte da nossa infância e é nosso dever como educadores preservá-las, incentivando nossas crianças a cantá-las, brincarem com elas. Elas não devem servir apenas para alfabetizar, as cantigas devem fazer parte do cotidiano da sala de aula. E por isso, por ser um texto memorizado, é que elas podem servir como textos auxiliares no processo de aprendizagem. Este projeto é de suma importância vemos este projeto sob a ótica de mostrar que o trabalho com músicas na Educação Infantil, não é para que no futuro se tenha grandes talentos cantores, mas que através da música possa despertar nas crianças o gosto pelos estudos e pela permanência na escola como um espaço prazeroso, alegre e feliz”. O Prefeito Cassinho e a Primeira Dama Marialda, estiveram prestigiando o evento juntamente com alunos das escolas e creches do município. “Todos nós cidadãos santa-rosenses precisamos dar atenção e visitar esta feira linda. São trabalhos realmente surpreendentes, precisamos incentivar esta ação”, fala emocionado Cassinho. Para Marialda, ações como estas fazem grande diferença e reflete diretamente no social. “Fiquei emocionada ao ver o excelente trabalho que foi desenvolvido. Ações como estas são muito importantes para o nosso município, pois a música e o artesanato é uma das maneiras de inclusão social”, finaliza a Primeira Dama.
Além de visitar a feira, Cassinho e Marialda conheceram a Madre Lina Girotto - – Superiora Geral da Congregação das Irmãs da Divina Providência, que veio da Itália, aproveitaram também para conversar sobre o desenvolvimento econômico e social da cidade.
Horário da feira:
Horário: 09h30min às 15h

 

   

 
           
       
           
       
           
       
        Da esquerda para a direita: 1- Ir. Pierina, Madre Lina Girotto - Superiora Geral da Congregação das Irmãs da Divina Providência da Itália, Ir. Hermana, Ir. Daiana, Primeira Dama Marialda e Prefeito Cassinho