.

Aproximadamente 12 mil pessoas prestigiam o desfile cívico

                  Aproximadamente 12 mil pessoas compareceram à Avenida José Dilermando Ribeiro para acompanhar a apresentação do tradicional desfile cívico, com apresentação de escolas municipais e estaduais, ETEC, Casa da Criança “Luiza Garcia Ribeiro” além do Centro Cultural da cidade de Cajuru e da Casa Portinari de Brodowski que se reuniram para festejar os 103 anos de Emancipação Política de Santa Rosa de Viterbo.
O desfile contou também com a apresentação da Banda Sinfônica de Santa Rosa de Viterbo, que abrilhantou o aniversário da cidade, com músicas do repertório erudito e popular.
O desfile teve início às 17 horas, recebendo o público com belíssimas apresentações musicais, levaram para avenida as datas mais relevantes que são comemoradas ao longo dos meses.
Iniciando o desfile apresentaram as Bandeiras do Brasil, do Estado de São Paulo e de nosso município, Santa Rosa de Viterbo, trazidas pela EE “Conde Francisco Matarazzo”.
Logo em seguida, a banda Prof. Renato Massaro, da EE. “Teófilo Siqueira”.
                Após a banda, iniciou o correr dos meses.
                Janeiro – O CEiM “Senhora Salute Canselier – Irmã Hermana” comemorou o nascer de um novo ano com o Dia Mundial da Paz. Em 24 de janeiro, o dia da Constituição Brasileira e a 31, o Dia Mundial do Mágico, sem esquecer, no entanto, que janeiro é o mês das férias, a escola também apresenta as crianças com o tema “Brincando nas Férias”.
                Em seguida, o CEMEI “Nagib Moussa” trouxe o tema “Feveriero – é carnaval no Brasil”
                A 22 de março comemoramos o Dia Mundial da Água, elemento tão essencial à vida, e para enfatizar esta importância a Escola Municipal “Geraldo Magela Ribeiro” apresentou seus alunos, juntamente com alunos da EE “ Conde Francisco Matarazzo”.
                Em abril, representados por alunos da EMEI “Maria Helena Salim Sordi”, foram  destacados o Dia do Índio e o Descobrimento do Brasil.
                A EMEF “ Prof. Lourdes Pereira Massaro” apresentou em seguida o mês de maio, mês em que se comemora o Dia do Trabalho. Os alunos apresentam várias profissões, entre tantas destacaram a de professor, pois a base de todas as profissões começa pelas mãos do professor.
                No mês de junho, os temas foram  Meio Ambiente e Festa Junina, representados pelos alunos da CEMEI “Luzia Helena Menta Monici”.
                O CEMEI “Elias Baú Manoel de Barros” apresentou  o mês de julho com três temas, um, histórico, a Revolução Constitucionalista e outros dois representando dois itens queridos ao povo brasileiro: o Dia Nacional do Futebol e o dia dos  Avós.
                Após, apresentaram duas Unidades Escolares, uma municipal e outra estadual, que trabalham o tema folclore,  comemorado no mês de agosto. A EMEF “José Roberto Costa Bruno” fizeram  referência aos folguedos e festas folclóricas, enquanto alunos da EE “Vergínio Melloni” apresentaram personagens do nosso mundo fantástico e frases populares, humorísticas e religiosas que representam a nossa linguagem popular.
                Setembro é o mês de nossa cidade e a EMEF “Prof. Wolmar Ribeiro Balbão” homenageia o dia 04 com uma história infantil sobre o nome de Santa Rosa de Viterbo, confundindo a nossa cidade com a primavera e uma profusão de rosas.
                O mês de setembro também foi representado pela EE “Salustiano Lemos”, que faz referência aos Símbolos Nacionais, homenageando o Teatro e os profissionais de educação física. Além destes temas, a escola retrataram a economia do município, através de suas maiores empresas.
                Outubro veio representado pela EMEI “Prof. Maurílio de Oliveira”, trazendo como temas o Dia do Professor e o Dia da Criança”.
                A Casa da Criança “Luiza Garcia Ribeiro” apresentou três temas, retratando o mês de novembro: Proclamação da República, Dia da Bandeira e Dia Nacional da Alfabetização.
                Novembro também foi retratado pela ETEC de Santa Rosa de Viterbo e para tanto seus alunos enalteceram o Dia da Consciência Negra.
                Finalmente, dezembro, e nada melhor para retratá-lo do que o Natal, representado pelo Centro de Educação Complementar “João Cândido dos Reis” – conhecido como Projeto Recriança.